O Que Fazer Quando Seu Pedido de Aposentadoria é Negado?

Autor: Karina Icoma | Publicado: 13/06/2024

O Que Fazer Quando Seu Pedido de Aposentadoria é Negado?

Se o pedido de aposentadoria for negado, é estressante, mas é possível reverter a situação seguindo os passos corretos. É importante não desistir. Neste artigo, vamos explicar os principais motivos para o indeferimento e como proceder para garantir seu direito à aposentadoria.

Principais Motivos para o Indeferimento do Pedido de Aposentadoria

 1. Tempo de Contribuição Insuficiente

Um dos motivos mais comuns para a negação é não ter o tempo de contribuição necessário. É essencial cumprir o período mínimo de contribuições, que varia conforme o tipo de aposentadoria. Às vezes, períodos de trabalho autônomo ou vínculos diferentes podem complicar esse cálculo.

 2. Documentação Inadequada

Se os documentos apresentados estiverem rasurados ou ilegíveis, isso pode causar problemas. Carteiras de trabalho antigas, por exemplo, podem ter registros difíceis de ler. Certifique-se de que todos os documentos estejam em boas condições e, se necessário, forneça documentos adicionais que comprovem seus empregos.

Empréstimo Consignado: Guia Completo para Entender essa Modalidade de Crédito

 3. Falta de Contribuição da Empresa

Quando a empresa não recolhe as contribuições devidas, isso pode levar à negativa do pedido. Nesses casos, é necessário provar o vínculo empregatício com contracheques ou registros na carteira de trabalho. A empresa é responsável pelo pagamento atrasado, não o trabalhador.

 4. Erros no CNIS

O Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) registra todas as suas contribuições. Se houver inconsistências, isso pode resultar na negação do pedido. Agende uma revisão no INSS e apresente comprovantes para corrigir os dados.

 5. Falta de Contribuição de Autônomos

Indivíduos autônomos e pequenos empresários devem estar vigilantes quanto ao pagamento de suas contribuições. A falta de pagamento pode resultar no indeferimento. Regularize qualquer débito pendente para garantir o benefício.

Facta Financeira s a

O Que Fazer Após o Indeferimento

Se seu pedido foi negado, siga estes passos para tentar resolver a situação:

 1. Entenda o Motivo

Leia atentamente a carta do INSS que explica por que seu pedido foi negado. Isso ajudará a identificar o que precisa ser corrigido.

 2. Reúna Documentos Adicionais

Se a questão for documentação, reúna todos os documentos necessários para comprovar seu tempo de contribuição, empregos e pagamentos. Contracheques, contratos de trabalho e declarações de empresas podem ser úteis.

 3. Regularize Contribuições

Para autônomos e empresários, verifique se há contribuições em atraso e regularize-as. Isso pode ser feito no site da Receita Federal ou com a ajuda de um contador.

 4. Solicite Revisão Administrativa

Depois de corrigir os problemas, solicite uma revisão administrativa do seu pedido de aposentadoria. Isso deve ser feito dentro de 30 dias após receber a comunicação do indeferimento. Use o site ou o aplicativo Meu INSS para agendar e acompanhar o processo.

 5. Considere Ação Judicial

Se o pedido continuar negado após a revisão administrativa, você pode considerar uma ação judicial. Ter um advogado de aposentadoria é importante nessa situação.

Cuidado com o Golpe do Empréstimo Consignado: Entenda e Saiba se Proteger

Dicas para Evitar Problemas com a Aposentadoria

Para evitar a negação do pedido de aposentadoria, siga estas dicas:

- Mantenha Documentos Organizados: Guarde todos os documentos de trabalho e contribuições de forma organizada e acessível.

- Verifique o CNIS Regularmente: Acompanhe seu Cadastro Nacional de Informações Sociais para garantir que todas as contribuições estão registradas corretamente.

- Resolva problemas logo: Corrija erros assim que encontrar para evitar complicações no futuro.

- Consulte um advogado experiente: se tiver dúvidas sobre seus direitos.

Se você teve sua aposentadoria negada, não se preocupe. Com as informações certas e os passos corretos, é possível reverter essa situação e garantir seu benefício. Fique atualizado, organize seus documentos e peça ajuda se precisar lidar com esse desafio.

#INSS #Aposentadoria

Publicado para: Facta Financeira

Blog
Últimos posts

Prazo para Suspensão de Empréstimos Consignados do INSS no RS

16/07/2024

Prazo para Suspensão de Empréstimos Consignados do INSS no RS

A Comissão de Assuntos Sociais aprovou o PL 1.815/2024, permitindo que aposentados e pensionistas do RS suspendam por 180 dias o pagamento de emprésti...

Ver Post
Guia para Solicitar o BPC/LOAS do INSS sem Contribuição

15/07/2024

Guia para Solicitar o BPC/LOAS do INSS sem Contribuição

O BPC/LOAS é um benefício do INSS para idosos a partir de 65 anos e pessoas com deficiência que não contribuíram para a Previdência Social. Para solic...

Ver Post
Revisão da Vida Toda 2024: Quem Tem Direito e Como Proceder?

15/07/2024

Revisão da Vida Toda 2024: Quem Tem Direito e Como Proceder?

A Revisão da Vida Toda permite recalcular aposentadorias do INSS com base em todas as contribuições, incluindo as feitas antes de julho de 1994. Benef...

Ver Post
Imagem do logo da Facta

SAC Facta Financeira

Horário de atendimento: das 09h às 16h


A Facta Financeira S.A utiliza Cookies para auxiliar na sua navegação, melhorar sua experiência como usuário e direcionar conteúdo de marketing para você, fazer análises e relatórios estatísticos sobre o uso do site e conectá-lo com as redes sociais de sua escolha, tudo para te proporcionar a melhor experiência possível. Para saber mais sobre Cookies, acesse a nossa Política de Cookies. As taxas de juros, margem consignável e prazo de pagamento praticados nos empréstimos com consignação em pagamento dos Governos Federais, Estaduais e Municipais, Forças armadas e INSS observam as determinações de cada convênio, informações adicionais relativas aos produtos de crédito oferecidos pela Facta Financeira S.A: Empréstimo consignado - mínimo de 12 parcelas e máximo de 84 parcelas. Valor mínimo de R$494,93 de empréstimo. Taxa de juros mínima de 1,35% e taxa máxima de juros de 1,68%. Taxa CET mensal mínima de 1,35% e máxima de 1,68%. Exemplo de empréstimo consignado: Empréstimo de R$ 4562,51 para pagar em 7 anos (84 meses) - parcelas de R$ 107,00 por mês, com taxa de juros de 1,68% ao mês. Sistema de Amortização Price. CET de 20,16% ao ano. Os valores aqui expostos são apenas exemplos, podendo variar de acordo com as condições comerciais do produto no momento da contratação. Em caso de arrependimento na contratação de uma operação de Crédito Consignado (Empréstimo ou Cartão) você tem até 7 dias corridos para entrar em contato com o Banco Facta e efetuar o cancelamento e a devolução dos valores, acrescido de eventuais tributos que incidiram sobre a operação. bem como a política de crédito da instituição financeira a ser utilizada. Em caso de arrependimento na contratação de uma operação de Crédito Consignado (Empréstimo ou Cartão) você tem até 7 dias corridos para entrar em contato com o Banco Facta e efetuar o cancelamento e a devolução dos valores, acrescido de eventuais tributos que incidiram sobre a operação. ( CNPJ: ) ENDEREÇO: , - - - CEP: TELEFONES DE CONTATO .

Copyright © 2024 Assert Tech