Licença-maternidade: conquista histórica para as autônomas

Autor: Karina Icoma | Publicado: 08/04/2024

Licença-maternidade: conquista histórica para as autônomas

Um marco significativo para as mulheres que empreendem por conta própria foi alcançado: a partir de 7 de abril de 2024, a licença-maternidade para autônomas requer apenas uma contribuição ao INSS, equiparando-se às trabalhadoras com vínculo empregatício formal e empregadas domésticas.

Antes da mudança, a exigência era de 10 meses de contribuições, o que representava uma grande barreira para muitas mulheres, especialmente as que iniciam suas atividades autônomas ou que passam por períodos de inatividade.

O que muda com a nova regra?

- Carência mínima: Reduzida de 10 para 1 contribuição mensal ao INSS no mês anterior ao parto ou adoção.

- Duração da licença: 120 tdias (18 semanas) para parto, adoção de criança até 1 ano de idade ou adoção simultânea de 2 ou mais crianças.

- Valor do benefício: Cálculo baseado na média das últimas 12 contribuições ao INSS.

- Isenção de carência: Em casos de parto prematuro, aborto espontâneo, natimorto ou adoção de criança com deficiência.

Governo Lula propõe ao STF que correção do FGTS garanta ao menos a inflação

Como solicitar o benefício?

- Agendar atendimento no INSS: pelo portal Meu INSS, aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135.

- Documentos necessários: Certidão de nascimento ou adoção da criança; Documento de identidade; Cadastro de Pessoa Física (CPF); Carnês de pagamento do INSS (comprovando a contribuição).

Serviços Facta

Outras informações importantes:

- O benefício pode ser solicitado até 5 anos após o parto ou adoção.

- É possível solicitar a prorrogação da licença por mais 60 dias (90 dias no total) em caso de parto prematuro ou de risco à saúde da mãe ou do bebê.

- O valor do benefício pode ser inferior ao salário mínimo, caso a média das últimas 12 contribuições seja baixa.

Impacto da nova regra:

A mudança garante maior proteção social e econômica para as mulheres autônomas, que representam cerca de 20% da força de trabalho brasileira. Estima-se que a nova regra beneficiará cerca de 500 mil mulheres por ano.

A conquista é resultado de uma longa luta das mulheres autônomas por seus direitos. Diversas entidades, como a Associação Brasileira de Mulheres Empreendedoras (ABME) e o movimento #Mãesempreendedoras, foram fundamentais para a aprovação da nova lei.

Prova de Vida INSS Online: Diga adeus às filas!

Ainda há muito a ser feito para garantir a igualdade de direitos entre homens e mulheres no mercado de trabalho. No entanto, a redução da carência para a licença-maternidade das autônomas é um passo importante na direção certa.

Publicado para: Facta Financeira

Imagem do logo da Facta

SAC Facta Financeira

Horário de atendimento: das 09h às 16h


A Facta Financeira S.A utiliza Cookies para auxiliar na sua navegação, melhorar sua experiência como usuário e direcionar conteúdo de marketing para você, fazer análises e relatórios estatísticos sobre o uso do site e conectá-lo com as redes sociais de sua escolha, tudo para te proporcionar a melhor experiência possível. Para saber mais sobre Cookies, acesse a nossa Política de Cookies. As taxas de juros, margem consignável e prazo de pagamento praticados nos empréstimos com consignação em pagamento dos Governos Federais, Estaduais e Municipais, Forças armadas e INSS observam as determinações de cada convênio, bem como a política de crédito da instituição financeira a ser utilizada. Em caso de arrependimento na contratação de uma operação de Crédito Consignado (Empréstimo ou Cartão) você tem até 7 dias corridos para entrar em contato com o Banco Facta e efetuar o cancelamento e a devolução dos valores, acrescido de eventuais tributos que incidiram sobre a operação. ( CNPJ: ) ENDEREÇO: , - - - CEP: TELEFONES DE CONTATO .

Copyright © 2024 Assert Tech